Escrevendo a coisa certa de uma forma errada



O português é a língua mais musical e sonora de todo o planeta. Não sou eu que digo não, Cervantes, que era espanhol como você sabem. Só que é um projeto de nomes que é a mesma coisa, só que com sentido diferente, que eu não faço questão nem uma de saber oque significa (estar, esta, está, porque, por quê, por que). Olhe, muita gente reclama, mas oque eu quero é passar minha mensagem, ela sendo intendida é oque importa. Além do mais, é melhor escrever errado a coisa certa, do que escrever certo a coisa errada. Eu vejo tanta gente cagar na internet pelos dedos sustentando teorias de baixo nível intelectual, e eu aturo. Eu humildemente peço a todos que não gostam da minha escrita, que vá até outro blog e se delicie por lá. Mas oque gostam, os que me acompanham sintam-se a vontade para questionar ou não. Eu estou representando a minha classe, trabalho de muitos ai, que não pratica essa arte. Mas eu mesmo sem ter escrita correta, estou aqui fazendo a felicidade de muitos que a tem a cara amarrada. 

Paulo Lima 

Comentários