Você- Vanderleia Gonçalves



No alto falante tocava Ana Carolina quando você apareceu naquela social. Meus olhos te secaram como se você fosse água no deserto. E por mais que eu quisesse, eu não conseguia parar de te olhar. Então seus olhos pousaram sobre mim. Eu tentei desviar, mas era como se um imã estivesse entre nós. Nos atraindo. Me fazendo sentir algo estranho. Me sentir quente. Você me olhava como se eu fosse a única naquela festinha. E para mim era. Depois que meus olhos pousaram sobre você, era como se só existisse eu e você ali. Nem a voz da Ana Carolina eu conseguia ouvir mais. Somente o som da minha respiração pesada, quando percebi que você vinha em minha direção sem quebrar por nenhum momento aquela troca de olhares. Você caminhava lentamente como se tivesse todo o tempo do mundo e realmente tinha. Ali naquele momento eu te desejei como nunca tinha desejado alguém em minha vida. E já estava preparada para quebrar a distância entre nós, quando minha amiga apareceu falando sobre pegarmos bebida na cozinha e depois ir para piscina. Eu quebrei nossa troca de olhares quando ela resolveu que era legal sair me puxando. Aquela altura do campeonato você já estava parado no meio da festa nos observando. Me olhando. Mas quando eu consegui fazer com que ela me deixasse sozinha, eu não encontrei mais o seu olhar. Não encontrei você.
Uma semana depois você me encontrou. Disse que queria me conhecer. Te passei meu telefone.

Comentários