Um matuto protestante - Paulo Lima




Eu mim preocupo
com essa situação,
que passa meu país
sem instrusão

Mim preocupo com minha gente
sem leitura,
que se opõe a podridão
dessa velha ditadura

Da minha gente humilde
que se sente ofendida,
por um golpe
de uma direita perdida

Uma direta que não vence
e se ver forçada a golpear,
intrando na prisidência
fingindo nos guvernar  

Mim preocupo com meu país
com minha cultura ameaçada,
com esses pulíticos corruptos
mestres da paiaçada

Como pode na minha pátria
meu povo cavar suas popriás covas,
acusando uma presidente
sem nem um vestígio de provas?

Como tenho medo
desse golpe cunsumado,
meu Brasil se acomodou
com esse povo disacostumado
Sou brasileiro orgulhoso
e outra vez vamo vencer,
derrotando os inimigo
e vendo o Brasil crescer

Eu falo muito
Penso pouco,
desse país onde tudo pode
onde só tem pulítoco louco

E onde mora muita gente
que é forçado a  ingolir,
esses pulíticos curruptos
que em mataria de roubo
vivem a cumpetir

Mais creio que com a voz do povo
a seriedade de minha gente com leitura
mesmo na disventura
ganhara o debate nas rua,
por um direito, minha pátria
um direito que é tua!

Intregar um país de mão beijada?
Não somos loucos
Vamos lutar, impor ordem e opinião,
gritar aos quatros canto
GOLPE NÃO!

Paulo Lima

Comentários