Te deixar...

Imagem da internet


Sim, ficamos mordidos
Mordidos de ciúmes, desejo
Mordidos de tesão

Cravamos as marcas na pele
E te ver é lembrar do cantar
Do riso no rosto
No olhar, no corpo, no jeito

É dente, lábio... É tudo
É sentir e se entregar
Eternizar, marcar
Amar é... Não deixar que passe

Te coloquei entrelinhas fáceis de ver, ler
Quis te eternizar não só pra mim
Para que pudessem sentir como senti
Não foi fácil te ler
Não vai ser fácil ter que te deixar.

Yanka Xavier

(Participante do projeto Arte e Prosa)

Comentários