Paulo Lima - O Menino Transparente


  
Imagem de Paulo Lima



Eu mesmo não sei quem sou
E muitos querem saber de onde vim,
Mas o caminho que descobrir ao longo da vida
Não tem começo, tão poco não terá fim.

As vezes eu sou um apaixonado
Apaixonado eu, pela vida.
As vezes me sinto e atenciosamente, sou loco!
E geralmente do Sertão sou um caboclo.

Já me disseram ainda,
Que sou o menino transparente,
E é verdade! Pouco interajo em grupos
É, eu sou um pouco diferente!

Outras pessoas dizem até,
Que sou arcaico e indigente,
Sem saber nem um pouco da minha realidade
Buscando automaticamente, um discurso sem finalidade.

Já me disseram também
Que as musicas e os poemas estrangeiros
Eu procuro acabar.
Em um país de cultura rica, isso não é digno de pensar!
Porque na verdade o que eu quero, é a cultura estrangeira fragmentar.

Disseram ainda, o mais terrível de todos os boatos
Me chamaram de poeta, mas porque tamanha ignorância?
Porque tamanhã hipocrisia?
Se na verdade nasci cordel e logo virei poesia...



Paulo Lima



Comentários