Paulo Lima - A verdade de cada um

imagem da internet 


Quem nunca sentou em seu sofá
E ouviu aquela velha abertura:
"Lá vem o chaves,chaves, chaves"
Não sabe o quanto vive na amargura.
O seriado brasileiro
a quem devo minha infância,
Fez parte da minha vida
E dos meus tempos de criança.
Saudades do "bi,bi,bi,bi,bi" de Roberto Bolanõs.
Saudades das desculpas para não pagar os Alugueis,Ramón Valdés.
Saudades do "rá,rá,rá" do Frederico e sua careta,
Saudade das sardas e dos soluços da Maria Antonieta.
Saudade da eterna Angelines e Florinda Mesa.
Mesmo com tudo reprisado,
Receio o fim de uma turma uma dia tão influente
Que influenciava uma juventude hoje pecaminosamente doente.
Doente por não saber o quão foi bom a infância.
De uma juventude que sempre soube se divertir,
Pena! Pena de pessoas que nunca saberão o verdadeiro motivo de sorrir.
Uma juventude que nunca vai saber dar valor a uma roupa remendada,
A uma vizinhança, e aos sonhos mais simples como um sanduíche de presunto.
Uma juventude que nunca mais vai entender a expressão " Todos atentos olhando pra Tv"
Uma geração que nunca vai poder descobrir a simplicidade que era viver...


QUE PENA...



Paulo Lima 



Comentários