Imagina


Por que não volta, quando a gente quer voltar?
Por que não para, quando queremos frisar?
Pra quê crescer se é tão bom brincar?
Por que ser grande se eu não posso voltar?

A gente deveria escolher entre ser criança e ser grande.
Entre ser jovem e ser vivido.
Entre ser pequeno ou crescido.
Entre esquecer alguém ou ser esquecido.

Deveríamos ter o poder de amar reciprocamente aqueles que a gente ama.
Ou até mesmo beijar fofamente aqueles nossos amigos e dá aquele velho abraço gostoso.
E se pudéssemos reverter a situação?
Não seria, de fato, majestoso?

E se a gente pudesse contar para sempre com aquele ombro amigo?
Ou até desfrutar daqueles 'rolês' da vida.
Imagina só se a gente nunca precisasse se despedir na partida...

Imagina só se a vida não nos desse a tristeza de perder uma mãe ou um ente querido.
Se não pudéssemos ferir alguém ou ser ferido...
Imagina se a gente nunca chorasse de amor,
Ou se a gente nunca sentisse dor.
Imagina...
Só imagina se a gente pudesse se apaixonar mais, ao invés de odiar.
Nossa! Como seria bom fazer mais que imaginar...

Paulo Lima

Comentários

Postar um comentário

Olá querido (a) amigo, (a) deixem aqui o seu comentário ou crítica para ajudar a melhorar o nosso blog.