Paulo Lima - Anseios de amor

Louco!
Eu estou ficando louco.
Minhas mãos tremem a todo instante.
Sinto apertos no lado esquerdo do peito,
Minha ansiedade é tanta que arranco meus cabelos.
Só pode ser loucura!
Minhas pernas ficam moles.
Escrevo poemas e mais poemas.
Meus olhos enchem de lagrimas,
Estou quente e me dizem que é febre, e emocional.
Meu suor já não é quente, é frio.
Meus dentes ranjem um ao outro.
Há meses eu não durmo e quando durmo sonho com coisas herméticas.
Perdi peso, a fome já não vem mais.
Minhas olheiras são visíveis a quilômetros de distância.
Já não tenho forças para sair da cama,
E na mente
Uma imagem,
Um ser,
Um pensamento...
Você!
Estou louco?
Se não, o que eu tenho?

Paulo Lima

Comentários