Paulo Lima - A Negona


Como miragem ela surge diante de um público.
Como rainha, todos esperam por ela.
Morena? Não!
Respeita que ela é preta!
Inclusive, que preta porreta!
A pele em sua cor mostra o empoderamento.
Os cabelos entrelaçados dão força ao entretenimento.
Pequena, porém imensa em sua essência.
Rebelde, porém um poço de inteligencia.
Suas curvas e suas pernas dizem que ela vem como uma deusa,
E como todas as deusas veio para criar história.
As marcas e as garras esbanjam o quanto foi bela a sua trajetória.
A musica não poderia ter voz melhor,
Não poderia ter pele mais escura, em tons mais potentes.
Tons que derruba o muro da utopia, e está muito mais na frente.
A música ao mundo ela leciona.
A voz do Axé não poderia ter outra voz,
Se não, Vânia Elky, a negona.


Paulo Lima

Comentários