Paulo Lima - Nordeste da Bahia



Eu nasci na terra feliz, que é meu Nordeste.
Na batalha lutei, momentos chorei
Feito cabra da peste. 
Os caminhos que tenho a seguir é cheio de pedras e areias finas,
Sou da terra do Ouro, um verdadeiro tesouro,
Sou de Jacobina.

Sou filho do Norte,
Sertanejo forte e valente a lutar,
Meus irmãos nordestinos são fortes
Vencem até a morte aqui nesse lugar.

Jacobina tem belezas,
Cada homem e mulher da terra são bonitos de se ver, 
Jacobinense é orgulhoso por aqui poder crescer.

Meu calçamento asfaltado,
Vida ao nosso patrimônio!
Minha matriz, imagem antiga...
Igreja não esquecida, 
Paróquia de Santo Antônio.

Que a cultura seja liberta 
E que meu povo nordestino possa crescer,
Cantarei aqui aos montes:
"Jacobina do meu viver"
Jacobinense é assim,
Feliz é, por onde passar.
Em cada canto que eu viva, sei
Que é em Jacolinda o meu lugar.

Por: Paulo Lima
Foto: Rui Lima/Reprodução.

Comentários